Facebook Linkedin Twitter

Revista Ciab ed. 77

Set / Out de 2018

De 11 a 13 de junho de 2019, no Transamerica Expo Center, São Paulo.

Entender, para atender

Volume de informações coletadas por bancos deve crescer 700% até 2020; para especialistas, o desafio da "economia analítica" é dar sentido aos dados obtidos para garantir fidelidade dos clientes, evitar fraudes e criar os produtos bancários do futuro

Leia a notícia completa

Bancos em novo modelo de negócios com fintechs

A regulamentação das fintechs pelo Banco Central, a aprovação da lei de proteção de dados e a sanção de normas específicas para o open banking na União Europeia incentivam ações pioneiras no sistema bancário

Leia a notícia completa

Parcerias entre bancos e fintechs promovem inclusão financeira

Um terço das startups financeiras no Brasil mira os desbancarizados; crescem iniciativas com apoio de instituições financeiras em produtos e soluções que permitem pagamentos, transferências financeiras e contratação de empréstimos para usuários sem vínculos com bancos

Leia a notícia completa

Inteligência artificial fará bancos economizarem US$ 1 tri por ano, diz Facebook

Executivo do Facebook para serviços financeiros fala do potencial do WhatsApp como meio de pagamento e afirma que rede social, em vez de competir com bancos, será parceira em tecnologia e marketing

Leia a notícia completa

O futuro do trabalho é agora

Na revolução digital, profissional terá que reaprender funções e desenvolver novas habilidades com a ajuda das instituições; empresas querem funcionários que resolvam problemas complexos, tomem decisões, tenham pensamento crítico e sejam criativos

Leia a notícia completa

Preparar-se para o futuro ainda é desafio

Repensar os modelos de negócios nos bancos é insuficiente para ganhar agilidade, personalizar serviços e traçar uma estratégia segura que faça o setor superar os desafios da frenética transformação digital

Leia a notícia completa

A revolução (capitalista) chinesa

País que inventou o papel-moeda e mudou a geopolítica no século XX com sua revolução socialista detém hoje o mercado bancário que mais lucra no mundo, na liderança do uso de pagamento mobile e concessão de crédito para não bancarizados

Leia a notícia completa